Seu encontro consigo

Pensei em desistir algumas vezes quando começava dar os meus primeiros passos profissionais. Ainda bem que não desisti. Hoje, se eu pudesse entrar numa máquina do tempo e estar frente a frente com o Flávio Augusto 24 anos mais jovem, eu lhe diria olhando bem em seus olhos:

“Olá, eu sou você daqui a 24 anos. Vim aqui pra lhe agradecer por sua luta, por sua perseverança e por você não ter desistido nos momentos mais difíceis.

Flavinho, você vai ter três filhos com essa menina que você namora hoje, vai ser muito feliz ao lado dela e juntos vocês vão construir muitos projetos. Projetos que você nem imagina… Não vou contar mais nada porque, provavelmente, você ainda não está preparado para saber no momento.

Ah, antes que me esqueça, hoje, o Benjamin, meu filho mais novo, de 4 anos, ou melhor, seu filho também… Bem, deixa para lá. Continuando… O Benjamin me entregou este presente (ver foto abaixo) que ele fez na escola, em seguida me deu um abraço e disse que me amava. Vou deixar isso para você, para que todas as vezes em que passar por um momento de dificuldade e pensar em desistir, lembre-se de que a sua vitória também será desfrutada por ele.

Só mais uma coisa: muito obrigado e prossiga em sua luta. Eu garanto que seu esforço vai valer muito a pena. Pode confiar em mim.”

Se você voltasse no tempo, o que você diria a si mesmo: muito obrigado ou a culpa é toda sua?

Bem, sobre o que passou, você não pode fazer mais nada.

Comentários

comentários