Para quem é ou um dia vai ser pai

A paternidade está além dos laços biológicos. Todas as vezes em que você se torna referência para alguém, passa a ocupar esse espaço.

Pessoalmente, não sou ligado a datas comerciais. Meus três filhos, por exemplo, nem sabem sobre a data de hoje. Nada contra quem segue essa tradição, mas me sinto mais homenageado quando em outros dias recebo deles um reconhecimento espontâneo que é resultado do investimento que faço em nosso relacionamento.

Falar sobre paternidade, para muitos, algumas vezes é algo que vem acompanhado de mágoas, cobranças ou assuntos mal resolvidos. Para outros, o sentimento de rejeição ou abandono assombra, em meio à massificação de mensagens publicitárias na semana que antecede a data.

Portanto, nada melhor que esse momento para lhe desafiar a tirar tais assuntos do armário, ou melhor, de baixo do tapete, para, de uma vez por todas, resolver o passado, parando de fazer de conta que não carrega há tanto tempo esse problema em suas costas. Para que carregar esse peso?

Deixe o orgulho de lado, procure seu filho ou pai, mesmo sem vontade e perdoe. Chore, se necessário. Mas não culpe e nem cobre nada. Simplesmente perdoe olhando nos olhos. O resultado é surpreendente e, no mínimo, será um grande favor a você mesmo.

Para você que é um pai dedicado e faz de tudo para dar o melhor para seu filhos, lembre-se de que sua presença para eles é insuperável. Vale lembrar que sua presença não é necessariamente física, pois muitas vezes, por motivos de força maior, você passe bastante tempo geograficamente distante. No entanto, seu interesse sincero e sem pressa em pequenas coisas da vida deles, que representam tudo para eles, é marcante para sua formação e garante a presença à qual me refiro.

Faça um grupo no WhatsApp, fale com eles em vários momentos do dia, tenha paciência de ouvir, dê espaço para falar sobre qualquer assunto e use sempre palavras de encorajamento sem economizar nos elogios. Bilhetinhos surpresa continuam funcionando muito bem.

Para finalizar, por experiência, digo que o tempo passa muito rápido. Tenho saudade de quando eles eram bem pequenos. Dá trabalho, mas vale a pena. Então, Aproveitem!

Aproveitem a paternidade, sorriam mais e se irritem menos. Deixem de ser rabugentos. Cultivem o prazer de surpreender e, de vez em quando, faça uma bagunça, guerra de travesseiros ou qualquer coisa para quebrar a rotina e fazer rir até doer a barriga.

Tudo isso pode tornar sua casa um lugar onde todos vão querer estar e onde você será sempre o herói, construindo a mais importante célula da sociedade: a família.

Excelente dia a todos!

Comentários

comentários