O exemplo de Singapura

Há menos de 50 anos, Singapura era extremamente pobre. Hoje, com burocracia reduzida, impostos baixos, corrupção que tende a zero, máquina pública mínima, educação excelente, leis rígidas que são cumpridas e liberdade econômica em alta, nesse curto período, o país se tornou um dos mais ricos do mundo e com a maior concentração de milionários por metro quadrado.

Com menos da metade da área da cidade de São Paulo, Singapura recebe por ano o dobro de turistas que visitam o Brasil inteiro, sem ter precisado construir um estádio sequer.

Singapura não é um grande produtor de petróleo e nem possui abundância de riquezas naturais, mas decidiu ser um país sério e trabalhar sem coitadismos para prosperar.

Parabéns, Singapura. Um país GV. Um país de todos.

Comentários

comentários