Apple maior que todas as empresas brasileiras juntas

Para vocês terem ideia de como economia é coisa séria e impacta diretamente a construção da riqueza de um país e de sua população, com a crise em nossa economia, que influenciou a queda da Bolsa de Valores, ou seja, a performance e o valor das empresas listadas, aliada à forte desvalorização do Real, tudo isso, também considerando a valorização do dólar e de muitas empresas norte-americanas, devido à recuperação de sua economia, nesta semana foi constatado algo inusitado no mundo dos negócios: o valor de mercado da Apple ultrapassou o de TODAS as 359 empresas brasileiras listadas na bolsa.

Isso mesmo que você entendeu. Petrobras, Vale, Brasken, CSN, Usiminas, Pão de Acúcar, Gol, Tam, Bradesco, Itaú, dentre outras, incluindo todas as estatais listadas, todas elas juntas não somam sequer o valor de mercado de uma única empresa americana: a Apple.

Não é para menos. A bolsa brasileira possui aproximadamente o mesmo número de empresas listadas na bolsa da Mongólia e Vietnã. Isso fala muito da cultura empreendedora de um país. Para efeito de comparação, a Índia, por exemplo, tem mais de 6.500 empresas listadas em sua bolsa e Israel, um país de apenas 8 milhões de habitantes e um território 10 vezes menor que o estado de São Paulo, tem um número de empresas listadas 50% maior que o do Brasil.

Complexo de vira-lata? Não. Apenas dados reais que demonstram como precisamos evoluir. Ignorar esses dados é optar por viver num mundo de fantasia, manipulado por propaganda governamental. Positivismo barato não nos levará ao primeiro mundo e tampouco vai nos tirar do retrocesso em que vivemos.

Se quer curar uma doença, o primeiro passo é o diagnóstico para, em seguida, fazer o tratamento adequado para a cura. Sem o diagnóstico real, corremos o risco de tomarmos analgésico para curar pneumonia. Depois que o doente morre, não adianta culpar terceiros.

Comentários

comentários