Suas escolhas determinam seu destino

Você não é produto do meio. Tem filho de pai honesto que se tornou pilantra e de pai sem vergonha que se tornou um homem de valor. Filho de pai fracassado que se tornou bem sucedido e de pai vitorioso que não passou de um playboy parasita. Você não é produto do meio. Tem gente tendo sucesso na África e outros fracassando nos EUA. Tem gente falindo na Alemanha, enquanto alguns prosperam no Paraguai. Gente enriquecendo no interior e outros andam falindo nas capitais.

Isso porque tem gente assumindo que é o único responsável por escrever nas páginas brancas de sua vida, ao mesmo tempo que outros enquanto leem este texto balançam a cabeça com ar de crítica, contrariados dizendo: “não é bem assim…” O meio em que você vive influencia bastante, mas não determina o seu destino. Aliás, somentes as suas próprias escolhas têm esse poder.

Por isso, fazer-se de vítima de sua família, das más companhias, do sistema, do governo corrupto ou de seja lá o que for, tornou-se a desculpa esfarrapada mais comum para se fugir da responsabilidade de uma vida inteira fazendo escolhas equivocadas. Mas uma coisa é certa: isso não muda um fato, você não é produto do meio.

Comentários

comentários