Se começar, leia até o final

No caminho que segue a economia chinesa, o mais provável é que seja o país mais rico do mundo em pouco tempo (a China, não os chineses).

Alguns acham que o tamanho de sua população é sua maior vantagem competitiva, outros pensam que seja sua ideologia política, enquanto outros acreditam que a razão para este crescimento seja mão de obra barata associada ao foco na exportação. Não. Essas não são as vantagens competitivas da economia chinesa que a projetam como a maior economia do mundo em pouco tempo.

O motivo para este crescimento imbatível muito pouca gente tem a coragem de falar publicamente, mas eu vou falar:

A razão para o crescimento e a velocidade com que segue rumo a ser a maior economia do mundo é que na China NÃO EXISTE DEMOCRACIA.

Logo, não há mudança de poder, não há desgastes eleitorais, não há acusações mútuas, trapaças competitivas da vida política e retrocessos a cada mudança de governo.

Lá, não tem democracia e está tudo bem para a população. Eles não fazem questão dessa tradição ocidental. Ao contrário, recentemente, o atual presidente, em vez de mudar a constituição para poder se reeleger, preferiu poupar trabalho. Mudou logo as leis, sem cerimônia, para ser um presidente vitalício. Ou seja, sem prazo em seu mandato. A população não foi às ruas, não protestou e tampouco disse que era um golpe. A vida segue e a China que tem um projeto nacional segue rumo a ser o país mais rico do mundo.

Não estou defendendo este modelo ou dizendo que o melhor seja acabar com a democracia, ainda que haja muitos críticos que dizem que a democracia represente a vontade dos idiotas, uma vez que uma eleição seja definida pela maioria dos votos. Segundo os críticos, a maioria sempre será idiota e a unanimidade mais ainda. Ela será sempre burra, já dizia Nelson Rodrigues.

Ainda assim, a democracia, mesmo com suas falhas, é o sistema menos pior que conhecemos

Mas, e no caso da China?

Pois é, no século passado, com todos esses poderes, o estado chinês matou mais de uma centena de milhões de pessoas. É fato que sem democracia chega-se mais rapidamente do “ponto A” para o “ponto B”. No entanto, a questão central é que não podemos confiar no estado de olhos fechados. Todas as atrocidades cometidas contra a humanidade foram cometidas pelo estado que usurpou a liberdade da população, oprimindo, matando e violando os direitos individuais.

Realmente, não se surpreenda se a China for mesmo o país mais rico do mundo na próxima década. Porém, também não se surpreenda se milhões forem mortos por um estado totalitário chinês, mais uma vez, porque a ele foi dado mais poder do que deveria.

Por isso, não confio no estado, não confio em político, não espero nada deles e te sugiro que faça o mesmo.

Você é capaz de se sustentar livremente sem o estado lhe dando um pão com um mão e colocando uma algema em seus pulsos com a outra.

Quero minhas mãos livres para plantar e colher sem a interferência do estado e sem que ele interfira em minha vida.

Isso é no mínimo mais seguro e sensato.

Comentários

comentários