Opinião sobre a mudança no cálculo da Previdência

Alguns me pediram para eu comentar sobre a recente mudança nas regras do cálculo para a aposentadoria através da Previdência Social do Governo. Como foram várias pessoas que pediram, vou comentar e ser bem direto, sem ofensas.

A Previdência e o INSS são absolutamente frágeis. São uma espécie de pirâmide financeira oficial que um dia tende a desabar.  E por uma razão simples e matemática: com o envelhecimento da população, futuramente há um enorme potencial passivo para pagamento desses benefícios. Isso aliado a um número cada vez maior de beneficiários de vários tipos de programas que o governo lançou e constantemente lança, somados às condições econômicas e da máquina burocrática que não favorecem o surgimento de novos empreendedores, além do aumento do desemprego. Ou seja, menos pessoas produzindo e contribuindo. Tudo isso somado não favorece que haja dinheiro suficiente pra bancar essa conta no futuro. Simples assim.

Essa constatação ameaça aqueles que por anos contribuíram, acreditando que um dia seriam beneficiados. Como toda pirâmide ou corrente, um dia ela tende a quebrar, deixando todo mundo na mão. Por isso, mudando ou não o cálculo para a aposentadoria, do jeito que está ou do jeito que poderá mudar, tanto faz. É tudo muito ruim… Saia dessa caixa.

Minha sugestão é que você não dependa dessa porcaria. Empreenda, vendendo seu produto ou serviço, ganhe bastante dinheiro, administre bem seus recursos, guardando um pedaço muito relevante todos os meses. Faça investimentos financeiros equilibrados para que em alguns anos você possa, se quiser, viver de sua renda financeira com independência, morando onde você quiser. No auge, venda sua empresa, embolsando ainda mais para ter a tranquilidade que somente os que se libertaram do sistema e não dependem do INSS e da Previdência têm com as idades mais avançadas.

Diferente disso, amigo, não há outra alternativa a não ser aquela sofrida fila de aposentados do INSS para receber seu sustento. Essa imagem sempre me deu calafrios e me ajudou muito a trabalhar para nunca na vida precisar depender dela…

Comentários

comentários