Você ouve quando falam com você?

Você ouve quando falam com você?

Com a vida agitada dos tempos modernos, uma das coisas que, infelizmente, tem
perdido a importância é saber ouvir. No dicionário, “ouvir é a ação de perceber algo
com o sentido da audição”. Mas, o que mais acontece é que, enquanto ouvimos, nos
preocupamos mais com o que iremos responder do que com o que a pessoa está
falando. Com isso, perdemos muito em conhecer, compreender os motivos e gerar
empatia por quem está ao nosso lado. O resultado, como temos visto na prática, são
relacionamentos mais superficiais e com pouco vínculo.

Ouvir alguém vai muito além de escutar as suas palavras. Deve começar com um real
interesse em saber mais sobre a pessoa que fala ou sobre o tema falado. É preciso
despertar a nossa curiosidade em saber e aprender mais.

Quando eu era criança, meu pai me disse uma frase que jamais esqueci: “Ninguém
sabe tanto que não tenha o que aprender e nem tão pouco que não tenha o que
ensinar”.

Acreditando nisso, tornei-me uma verdadeira interessada nas histórias das pessoas
que passam pela minha vida e, a cada pessoa nova que conheço, eu penso: O que
posso aprender com ela? Com isso, descobri que ouvir alguém começa pelo escutar,
passa pelo se interessar, ter curiosidade e, ainda mais, ouvir também o que não está
sendo dito.

É aprender a observar os olhos, os gestos, as expressões e também o silêncio de
quem está com você. Muitas vezes, o que não é dito pela pessoa é o que mais está
doendo, incomodando e, quem sabe, consumindo-a por dentro. E, quando nos
importamos em ouvir, podemos ajudá-la a colocar para fora aquele mal que a aflige
ou aquela emoção que está presa na garganta.

Vamos a um breve teste!

Responda sem pensar muito: como foi o dia de hoje para o seu cônjuge? Quem são
os amiguinhos que o seu filho evita na escola? Que colegas de trabalho estão
enfrentando dificuldades nesse momento na empresa? Do que o seu irmão sente
saudades sobre a infância? O que os seus pais mais gostam de fazer nos momentos
de lazer?

Enfim, essa é apenas uma reflexão e também um desafio para chamar a sua atenção
para os relacionamentos que você tem. Porque o que torna a vida feliz e saudável é
a qualidade dos relacionamentos que construímos. São as pessoas, essas sim, que
dão sentido a todas as nossas conquistas.

Ouça mais as pessoas que você ama!

Comentários

comentários