10 dicas para aproveitar melhor seu tempo na escola

O modelo educacional vigente é ultrapassado e repleto de valores contraditórios que estão fora da realidade da vida. No entanto, você pode aproveitar esse tempo de uma forma mais produtiva, a fim de se preparar melhor para o mundo real.

Algumas dicas:

Aprenda a escrever bem

Com o avanço da internet, as pessoas assistem menos TV, leem menos livros, praticamente não ouvem rádio, bem como as revistas e jornais (papel) entraram em processo de extinção. Com isso, a necessidade de produção de conteúdo para internet é voraz. Logo, quem souber escrever bem encontrará uma enorme oportunidade de negócios na web. No mundo, há milhares de jovens milionários que vivem de produzir conteúdo para internet. Blogueiros, vlogueiros, cursos online etc.

Aprenda a falar em público

Em geral, a escola não estimula essa prática e tampouco faz parte de sua mentalidade retrógrada compreender o novo mundo em que vivemos. Por isso, ela entope sua mente com informações que terão muito pouco valor no futuro. Portanto, prepare-se sozinho e use a escola para esses fins, pois, desde o avanço da internet, você pode ter acesso a muito mais informações do que seu professor é capaz de lhe transmitir numa classe. Não espere pela escola. Crie oportunidades de falar em público, seja na sala de aula, no teatro, em eventos ou até em algum movimento que você organize na escola fora do horário de aula. Aproveite o espaço que a escola pode dar e o quanto você pode aglomerar pessoas para criar, por conta própria, as circunstâncias para treinar sua oratória. Aliado a isso, pesquise sobre o tema na internet para aprender algumas técnicas e colocar em prática em sua escola.

Não se limite à matemática teórica e fraca da escola

Pesquise na internet sobre matemática financeira. Compreender bem sobre juros, amortização, financiamentos, bolsa de valores, mercado etc. será muito útil e produtivo para sua vida. Infelizmente, isso você não vai aprender com profundidade na escola. Eles vão focar muito mais naquelas fórmulas intermináveis do que na aplicação prática e útil que a matemática pode ter.

Não acredite em tudo que seu professor de história diz

Eu não estou dizendo que ele seja uma má pessoa. Digo que você deve questionar tudo. Não engula tudo que ele fala. Muitos deles têm intenções ocultas de lhe doutrinar politicamente, não importa para qual lado. Por isso, se você quiser se aprofundar e chegar a suas próprias conclusões, não faça isso através de seu professor de história. Pesquise você mesmo em fontes confiáveis na internet.

Venda produtos na escola

Vender é uma tarefa básica para a construção de qualquer projeto em seu futuro. Dentro da escola, há um mercado consumidor de material escolar, comida, roupas, relógios, ingressos para shows, produtos online etc. Aproveite o contato que você tem com inúmeras pessoas para aprender a gerenciar uma carteira de clientes. Vão te olhar de cara feia por isso e até com preconceito. Lembre-se deles quando lhe pedirem emprego no futuro.

Não tenha vergonha ser o que você é

Sabe aquela clássica pergunta: “O que você quer ser quando crescer?” O que se espera são respostas do tipo: quero ser médico, advogado, engenheiro, economista… Não fique envergonhado quando alguém lhe olhar com uma cara de assustado como se você fosse um ET porque você disse quer mudar o mundo, quer ser empreendedor, músico, produtor de conteúdo para internet, jogador de videogame profissional etc. As gerações mais antigas – a maioria – ainda não entenderam o novo mundo em que nós estamos. Por isso, ainda têm paradigmas que não foram quebrados. Conviva com essa limitação com respeito, mas saiba aonde você deseja chegar, sem entrar na linha de montagem em que a escola tenta lhe encaixotar.

Não aceite nenhum rótulo

Em especial quando a escola, por comodidade induz ao diagnóstico de TDAH junto a psicólogos/psiquiatras indicados por ela que prescrevem ritalina com se fosse uma aspirina, não aceite rótulos. A omissão de muitos pais, aliada à incompetência da escola para lidar com alunos expostos a uma maior quantidade de estímulos eletrônicos nessa nova geração, somados à forte influência comercial da indústria farmacêutica, exageram frequentemente no diagnóstico dessa doença que assola muitos no Brasil e no mundo. Para esses, a ritalina funciona como um tapa buraco desnecessário, mas vicia a criança, algema seu sistema nervoso central e deixa a escola mais confortável com seus alunos obedientes sob o efeito dessa droga. Por conta do diagnóstico deliberado, o Brasil é o segundo maior consumidor de ritalina do mundo. Tem energia demais? Gaste com esporte. Recomendo procurar a opinião de profissionais que não tenham ligação com a escola para melhor avaliação do caso.

Não se contamine com os desabafos de seu professor

Ele quase sempre é mal remunerado e também é vítima desse sistema retrógrado. É compreensível que ele esteja bastante frustrado, mas não entre nessa pilha. Sim, você está ali na escola porque é obrigatória a sua presença. É fato que pouca coisa que eles apresentam em sala vai servir para sua vida, mas você deve ter um foco claro em tirar proveito desse tempo, conforme estou escrevendo neste artigo. Você é jovem e tem todas as chances de construir seu próprio caminho, caso não siga a boiada desse sistema.

Não aceite ficar na média

Média é sinônimo de mediocridade. Mesmo sabendo que essas notas não valem nada e que esse sistema de avaliação é burro e limitado, jogue o jogo. Transforme seu tempo na escola numa experiência vencedora. Busque sempre ser o melhor e sempre respeite seus amigos. Esse papinho de que não existe competição e que todos são iguais é balela. Ninguém é igual a ninguém. Cada pessoa tem suas particularidades e deve ter sua individualidade respeitada. No mundo real, fora dessa bolha utópica de muitas escolas, somente os melhores vão sobreviver ou ocupar as posições mais privilegiadas. Então, acostume-se com a competição, mas sempre respeitando os perdedores.

Use seu conhecimento para concretizar realizações

A cada dia na escola, tenha isso em mente. Na vida, o seu valor não será reconhecido pela quantidade de conhecimento que você adquiriu. Você será valorizado pelo mercado através do que você for capaz de produzir com seu conhecimento adquirido. Diplomas pendurados na parede não valem nada. O que você for capaz de produzir com eles, ou sem eles, é o que vai valer. Portanto, aproveite esse tempo e não siga a boiada. Seu futuro já começou e sua forma de enxergar o mundo, de preferência fora da caixa, é o que vai lhe ajudar a conquistar todos os seus sonhos.

Comentários

comentários