Construa Algo Valioso

Imagine que você tem um terreno, e nele você quer construir um prédio. E esse prédio representa sua família, sua carreira, os bens que você quer conquistar, a história que você quer escrever.

Todo mundo tem um terreno, e todo mundo, imagino eu, quer construir algo bonito dentro desse terreno. Antes de mais nada, não é possível construir em cima de ruínas, entulhos, ou do lixo. A primeira coisa que você precisa fazer em um terreno que você quer construir, é limpar esse terreno.

Estou usando essa metáfora pra dizer que, quando você for construir, a primeira coisa que a gente precisa fazer é limpar uma série de valores, princípios e conceitos que sujam e acumulam entulhos no nosso terreno.

E esses princípios, valores estão por aí. Circulam pela sociedade, opinião pública, “sabedoria popular”. E às vezes nós herdamos esses conceitos de geração em geração, da nossa própria família. E esses conceitos estão sujando nosso terreno e norteando as nossas decisões.

Não sei porque as pessoas querem ter a cultura da estabilidade, do inexistente, e assumir que estabilidade não existe. Quando a pessoa entende, ela sabe que, ou ela empreende, ou ela fica com aquele pouco que ela chama de garantido. Que ao meu ver, não é nada garantido.

A cultura de desejar a estabilidade, limita o potencial, visão e criatividade. Quando nós corremos riscos, ou quando estamos em situações de risco, nossa inteligência e nosso cérebro trabalha e produz novas ideias e inovações. E uma pessoa que tem dentro dos seus valores, um desejo de ter estabilidade, com certeza já é um terreno cheio de entulhos. Como você vai construir algo grande buscando algo que não existe?

Eu não to falando nada contra estabilidade, eu estou apenas dizendo que estabilidade não existe.

O tempo só anda pra frente, o tempo que passou ficou pra trás. Por isso, a gente não pode perder tempo.